Jensen Ackles e Ty Vaughn

Jensen Ackles: faz o papel de Eric em Days of Our Lives
O seu amigo: Ty Vaughn
Amigos desde: desde o sétimo ano, assim que Ty se mudou para a escola de Jensen em Dallas; neste momento vivem juntos em Los Angeles

Como é que se conheceram?
Jensen: Nós estávamos na sala de estudo e supostamente não podíamos falar. Eu estava a dizer piadas e o Ty juntou-se a mim e fez-me rir e desde então…
Ty: …ele acolheu-me e protegeu-me.

Como é uma amizade única entre homens?
Jensen: Eu acho que nós percebemos os sentimentos entre nós. Não temos de falar, tu simplesmente sabes; as raparigas querem ser mais abertas no que toca a sentimentos.

O que faz de vocês amigos?
Jensen: O humor está muito presente entre nós.
Ty: E acima de tudo o sarcasmo!

O que é que fazem para se divertirem?
Ty: Sentamo-nos no sofá e jogamos Nintendo. E é só! [Risos.] Mas, somos muito competitivos.
Jensen: Nós também vamos ao campo de basquetebol, que fica no fundo da rua. Ambos amámos desporto.

Se tivessem algum problema, iriam falar sobre ele ou reprimi-lo e ir jogar basquetebol?
Ty: Bem se houve alguma morte na família ou algo do género, tens definitivamente de consolar o teu melhor amigo.

Como é que divides o tempo entre vocês quando tens uma namorada?
Jensen: É mais complicado com a rapariga. Se eu passasse alguns dias com o Ty, a minha namorada iria andar sempre atrás de mim. Mas se eu passasse alguns dias com ela, não acho que ele se importasse.
Ty: Não me importaria, mas adoraria dar-lhe na cabeça por causa disso.

Quando é que preferirias sair com um rapaz em vez de com uma rapariga?
Jensen: Quando está muita testosterona envolvida é melhor manter a rapariga longe. Mas depende da personalidade da rapariga. Se ela for descontraída, ótimo. Mas se ela for muito requintada, isso já pode ser um problema.

Okay, então uma rapariga sexy passa por vocês. O que é que dizem um ao outro?
Jensen: Os rapazes têm a sua própria linguagem — nem precisas de dizer nada. Basta um olhar ou um gesto.

Se um rapaz fala com uma rapariga numa festa, ele vai contar-vos tudo mais tarde?
Jensen: Não, de todo. Ele virá ter connosco e dizer, “Sim, consegui o número dela.” E sé só isso.

Nenhuns detalhes?
Jensen: Não. Só o mais importante.

O que é que fariam em frente um do outro que não o fariam em frente a uma rapariga?
Jensen: Não sei se te quero contar isso! Apenas me sentiria mais confortável na maneira de falar e no que teria vestido. Posso me sentar de boxers e ver televisão. Mas se uma rapariga aparecer, eu penso, “Porra, tenho de me levantar e vestir uns calções.”
Ty: Temos de ter cuidado com a linguagem.
Jensen: E como nos comportamos corporalmente.

De que outras maneiras é que o vosso comportamento muda quando uma rapariga está por perto?
Jensen: Existe mais respeito, especialmente se não a conhecemos. Iremos estar à guarda, e pensaremos antes de agir.

Alguma vez fazes algo muito diferente da tua personalidade para impressionar uma rapariga?
Ty: Sim, ele faz, e depois tenho de o chamar à atenção. Eu não quero embaraçar o Jensen, mas ele tenta ser charmoso às vezes.
Jensen: Fazia isso, antes de conhecer a minha namorada.

Oh, claro. O que é que ele fazia para ser charmoso?
Ty: Ele iria ser o Sr. Simpático a toda a hora. Não é que ele estivesse a tentar mudar-se a ele mesmo, ele só estava a tentar impressionar alguém.

Irias importar-te se os teus amigos pensassem, “A tua namorada é tão básica”?
Jensen: Se acabaste de a conhecer, talvez digas, “Sim, boa observação.” Mas se já estão juntos há algum tempo dirás, “Como queiram.”

Falam muito sobre relacionamentos?
Jensen: Raramente. Mas se tivesse acontecido alguma coisa e tu não soubesses o que fazer, tu irias perguntar-lhe o que ele acha.

Falam sobre sexo?
Jensen: Talvez uma vez entre outra uma coisa muito rápida, mas não muito. Nada de detalhes românticos!
Ty: Eu não quero ouvir nada disso!
Jensen: E eu não contar-te!

Se estivesses a namorar uma rapariga qualquer, falarias mais sobre ela?
Jensen: Provavelmente. Tendo uma namorada existe mais respeito; queres manter as coisas apenas entre vocês os dois.

Com que regularidade ficam zangados um com o outro?
Jensen: Só quando estamos a ganhar um ao outro em alguma coisa. Mas raramente é necessário um pedido de desculpas.

Então, qual foi a melhor coisa que fizeram um pelo outro?
Jensen: Nós pagamos a festa do 21º aniversário de cada um. Fomos a Vegas na minha, e na do Ty vestimos-nos a rigor, fomos ao Hotel Bel-Air, sentamos-nos no piano do bar, fumamos cigarros. Apenas naquele momento vivemos um bocado melhor do que o normal.

Isto foi o máximo que falaram da vossa amizade?
Ambos: Definitivamente.

1 de Novembro de 1999 Sílvia Tavares YM Magazine
Infância, Interesses