Supernatural: O elenco e os criadores olham para trás ao fazer os 200 episódios e ponderam o Futuro

Refletindo sobre o facto de estar a alcançar o 200º episódio
[…]
Jensen Ackles (“Dean Winchester”): Ainda não sei o que está a acontecer. Toda a gente diz “200 episódios!” e eu penso, “A sério? Oh sim, fizemos 200 episódios. Deus, pensei que só estávamos no 100º!” Jared e eu temos esta fala… Nós não a inventamos, mas é assim “O sucesso é o que acontece quando tens estado demasiado ocupado para reparar nisso.” Eu sinto que ambos temos estado muito ocupados, sempre com as cabeças nos papéis a tentar trazer o que nos dão por escrito à vida, sempre a gravar episódios, a trabalhar com a equipa. E depois de repente é do tipo, oh, estamos no episódio 209! Pensamos, “O que aconteceu?” Bem ouve, não podemos parar e cheirar rosas porque os episódios 210, 211 e 212 já estão prontos, por isso continua amigo.” Nós não temos tempo. Assim que a serie acabar teremos tempo para cheirar rosas.

O quão longe pode Supernatural ir?
[…]
Jensen Ackles: Eu ainda adoro encenar esta personagem. Ele não é aborrecido para mim. Eu divirto-me a fazer de Dean. Ainda me dou bem com as pessoas com que trabalho. Os fãs são fantásticos. Esta serie mudou a minha vida. Eu sinto-me tão honrado, e agradecido, e humilde com o que este programa me deu e não estou aborrecido. Algumas pessoas pensam. “Não preferias estar num programa mais falado ou a fazer filmes?” ou algo do género, e eu digo, “Não, eu estou a trabalhar! Eu sou um ator.” Olha, só porque a serie não é o número um na televisão, e só porque não estou no melhor programa de fim-de-semana, não significa que eu não esteja a fazer o que amo. Eu continuaria a fazer a mesma coisa mas correria o risco de A: não gostar das pessoas com quem trabalho, B: trabalhar num programa onde não goste da personagem, os escritores não escrevem a personagem para mim, seja qual for o caso. Neste momento estou numa posição muito boa e numa posição que faz pessoas que estão numa posição superior ter inveja, e eu estou bem com isso. Eu gosto do meu trabalho!

7 de Novembro de 2014 Sílvia Tavares Eric Goldman, IGN
10ªTemporada, Como ator, Supernatural

Jensen Ackles fala sobre como é ser diretor e sobre Supernatural

Ackles vai responder a umas perguntas, incluindo como é que o seu “Soul Survivor” é e não é o primeiro episódio da temporada 10.

Jensen Ackles: Não é o primeiro episódio. Vai ser o terceiro, mas foi o primeiro que filmámos para a 10ª temporada. Eles basicamente fizeram-me um favor muito simpático por deixarem que o episódio que eu ia dirigir ser o primeiro a ser gravado, para que nos pudéssemos preparar sem ter de encenar noutro episódio. Porque de outra maneira, eu teria de estar a trabalhar como ator no episódio 2, tentado preparar o episódio três enquanto diretor, e isso iria ser muito, mas muito difícil. Por isso eles puseram o meu à frente na lista para permitirem que eu viesse um pouco mais cedo das minhas férias, para me preparar, gravar, e agora, hoje estamos a começar as filmagens do primeiro episódio, no qual eles simpaticamente não me incluíram nem ao Jared para que pudéssemos passar o dia com The Television Critics Association..

Depois de participar em SUPERNATURAL desde a 5ª temporada, Mark Sheppard está muito presente nesta temporada. Será que a série decidiu que não conseguia viver sem ele, ou …?

Jensen Ackles: Eu acho que é o fim de um início (risos). Não, ele já está contratado, tal como Misha (Collins, que faz do anjo Castiel), e eu não podia estar mais entusiasmado. Pessoalmente, acho que é algo que já devíamos ter feito à alguns anos atrás, porque acho que eles são essenciais na história e para o avanço dos rapazes. Vai fazer definitivamente momentos interessantes este ano, tendo os dois livres para nós a tempo inteiro. Não vamos ter de partilhar Mark com mais nenhuma serie ou ter de partilhar Misha com outra coisa qualquer, por isso o facto de eles estarem contratados é uma vantagem para nós.

Tem algum momento favorito destes 10 anos de SUPERNATURAL?

Jensen Ackles: O meu momento favorito? Isso é virtualmente uma pergunta impossível de responder (risos). Houveram tantos, mas tantos momentos. Pessoalmente, eu diria que foi o facto de casar (com Danneel Harris) e ter a nossa filha. Profissionalmente, é uma coleção de momentos fantásticos. Eu dou-me genuinamente bem com Jared, uma relação que todos querem ter com os seus parceiros, e isso faz com que trabalhar seja divertido. Nós rimos-nos com a nossa equipa de câmera, com os rapazes do som, com o departamento que trata dos cenários, com os electricistas e com toda a gente, e nós somos uma família disfuncional feliz. E acho que o facto de nós termos esta relação é provavelmente a melhor coisa que me aconteceu desde o início da série.

Ler mais

18 de Julho de 2014 Sílvia Tavares Abbie Bernstein, Assignment X
10ªTemporada, Como ator, Como diretor, Supernatural